Seta voltar
Espetáculos

O eu que não fui

Aqui vai um slogan bacana sobre a peça

Domingos é um sonhador. Mesmo vivendo uma realidade que nunca desejou, é obrigado por sua mulher, a realizar conferências científicas sobre os males que acarreta à humanidade, o uso do tabaco, cigarros e similares, mesmo sendo ele um inveterado fumante. Seria por amor? Seria por comodismo?

O que se sabe, é que em seu interior existe uma chama que nunca se apagou: a vontade de ser livre, de viver de arte, da dança, da boemia..... A vontade de ser tudo aquilo que não quiseram que ele fosse. Seria ele um prisioneiro da própria vida? Das próprias ilusões?

Com pitadas de um humor sarcástico, ele fala abertamente do que gostaria de ter sido, e nunca foi. Domingos, um universo de lembranças.

Ficha técnica:

Direção:
Guedes Betho

Atuação:
Rodrigo Vilanova

Assistência de direção:
Edimar Rezende

Figurinos:
Mara Cavalheiro

Contrarregra:
Elenice Deon

Produção executiva:
Grupo Timbre de Galo

Classificação etária:
14 anos

Duração:
50 minutos

Oeuquenaofui interna
  • Fone: (054) 99613-9609 / (054) 99175-1903
  • Email: contato@timbredegalo.com.br
  • Rua Senador Pinheiro, 295-409 Vila Rodrigues, Passo Fundo - RS
Logorodape

© 2016, Grupo de Teatro Timbre de Galo. Todos os direitos reservados. Proibida a cópia total ou parcial do conteúdo deste site.